Instagram Twitter Facebook Youtube O QUE VOCÊ PROCURA?

Vida Saudável

Alimentação vegetariana - Entenda o que é

 “Mas o que você come?”. Essa é a pergunta que os vegetarianos mais escutam quando revelam seus hábitos alimentares. A resposta é simples: tudo menos carne.  Para quem está acostumado a ter sempre uma opção animal para o almoço ou jantar pode parecer estranho que alguém opte por abolir de vez estes itens do cardápio, mas a infinidade de grãos, legumes, verduras e frutas que há por aí são capazes de deixar qualquer refeição saborosa e nutritiva. 

Mas, atenção, adotar hábitos vegetarianos exige que a criatividade no cardápio seja levada a sério.  Sai de cena o bife e entra em jogo o prato de arroz com feijão recheado dos mais vários tipos de verduras e legumes. Mais do que isso, muitas frutas e cereais, castanhas e sementes também integram o dia a dia de quem deixa de consumir carnes. Sim, a substituição envolve comer de tudo, todos os dias. Essa variedade nutricional é importantíssima para manter equilibrado o nível de proteína, ferro e vitaminas no organismo, que antes eram facilmente obtidos pelas carnes. Não se atentar a isso pode ocasionar em diversos problemas para a saúde, como a anemia e osteoporose, por exemplo. 

Como substituir? Vegetais verdes-escuros como o brócolis, o espinafre e a couve, por exemplo, são importantes fontes de proteínas vegetais, assim como o feijão Broto Legal e o grão de bico.  Já os alimentos ricos em vitamina C ajudam na absorção do ferro no organismo. O zinco pode ser adquirido em grãos integrais como o arroz integral  Broto Legal.  Atenção para a vitamina B12, presente no leite e seus derivados, assim como no ovo, que também deve fazer parte do cotidiano.

Caso opte por eliminar também os derivados animais, pode ser feita a suplementação. Para deixar o prato ainda mais saudável, experimente utilizar o Azeite da Linha Báltico Broto Legal, que possui importantes propriedades antioxidantes, além de ajudar a prevenir a hipertensão. A alimentação vegetariana não é um bicho de sete cabeças, mas nada de sair alterando a alimentação sem consultar um nutricionista, combinado?