Instagram Twitter Facebook Youtube O QUE VOCÊ PROCURA?

Vida Saudável

Adaptações, ajustes e atitudes que garantem mais qualidade de vida na terceira idade.

Cada fase da nossa vida traz novidades para corpo e mente. Até uma certa idade estamos acostumados a um balanço perfeito, resultado da medida exata de hormônios, tonicidade muscular, cálcio, vitaminas e muitas outras características da juventude. Não é exagero dizer que com o tempo os cuidados com as transformações do próprio corpo se tornam obrigatórios para aqueles que almejam uma vida longa com mais qualidade.

Na terceira idade os cuidados abrangem diversos aspectos do dia a dia de uma pessoa. Tudo, absolutamente, deve ser repensado. O que antes poderia ser feito de modo automático e seguro, com a fragilidade física inerente ao passar do tempo, torna-se muitas vezes um ato arriscado. Então é hora de parar, pensar e encontrar soluções. 

A alimentação é uma das funções conhecidamente afetada na velhice. O paladar e olfato, comprometidos, levam a um comum desinteresse por comida - em especial doces e salgados. Somados à dificuldade de deglutição, a perda de peso torna-se um problema a longo médio e longo prazo. Mas não deve ser motivo para pânico, há soluções que devolvem o dinamismo e força mesmo para pessoas de idade avançada. Acredite, está nas mãos de todos nós é só uma questão de aplicar com disciplina e perseverança conhecimentos adquiridos com o avanço da ciência.
 
Se vocês está entrando na terceira idade ou têm parentes enfrentando esse desafio, siga aqui algumas dicas valiosas.
 
  1. A variedade de nutrientes é fundamental. Ingira arroz, trigo, milho, pães, batata e mandioca. São alimentos da família dos cereais e tubérculos. São indicadas seis porções diariamente.

  2. A dificuldade de deglutição é comum. Caso aconteça, não pense duas vezes em picar, ralar, moer ou bater no liquidificador os alimentos sólidos. 

  3. Adicione ao menos 3 porções de frutas e 3 de legumes ao dia, em pequenas quantidades. Aqui siga a mesma orientação anterior: pique ou rale.

  4. O Arroz com Feijão não pode faltar. É um clássico brasileiro, que dá proteínas e energia, além de ser simples de preparar.

  5. Evite refrigerantes, bolos, biscoitos recheados e alimentos industrializados em geral. Priorize os naturais.

  6. Para temperar, diminua a quantidade de sal. Utilize cebola, alho, cheiro verde, por exemplo. Eles valorizam o sabor natural dos alimentos.

  7. A desidratação é um problema muito grave para os idosos, por isso o consumo de ao menos 2 litros de água por dia é uma questão muito séria.

  8. 30 minutos de caminhada e nada de cigarro e bebida alcóolica. Hábitos saudáveis envolvem um repensar global do dia a dia.

 
Notem que não há nada complexo nessas dicas. Todas são acessíveis e muito fáceis de colocar em prática. Basta organização, determinação e força de vontade.